Dias Difíceis


ESPETÁCULO FORA DE REPERTÓRIO DESDE DEZEMBRO/2016

SINOPSE:

Em um palco recoberto por areia, a passagem entre o dia e a noite se faz quase que imperceptivelmente, levando o público a um ambiente desértico e insólito. Sensação ainda mais ampliada quando se une, a este cenário, uma projeção de vídeo e um desenho de luz que dão ao espetáculo um ambiente atemporal e único. A história é centrada numa dupla de bandidos incompetentes que, naquele momento, tem apenas um ao outro. Nesta encruzilhada, discutem sua amizade e qual o caminho certo a seguir. DIAS DIFÍCEIS faz um tributo a todas as formas de amizade, ao mostrar que este forte elo pode superar até os dias mais difíceis e os lugares mais inóspitos. (Duração: 1h10m–Classificação etária: 10 anos).

FICHA TÉCNICA:

REALIZAÇÃO: CIA. CENABERTA DE TEATRO
TEXTO: Renatto Costa
DIREÇÃO E CENOGRAFIA: Ana Isabel Friedlander
ELENCO: Bell Gama, Kaká Nogueira e Thiago Omena
FIGURINO E SONOPLASTIA: Cia. Cenaberta
PRODUÇÃO: CENABERTA Produções Culturais e Emi Produções
ASSESSORIA DE IMPRENSA: Cinthia Abreu
REDES SOCIAIS: Ana Thais Kanitz
OBJETOS DE CENA: Marina Boaventura e Renato Moura
ILUMINAÇÃO: Lúcio Miranda
CRIAÇÃO DE VÍDEO/PROJEÇÃO: Caio Brettas

RENATHO COSTA – AUTOR

O Paulista Renatho Costa, além de diretor e ator teatral é Bacharel em Relações Internacionais, mestre em História Social e Doutor em História. Escreveu vários trabalhos teatrais premiados em festivais importantes como: Dias Difíceis Dentro da Dor do Desencontro; Avenida Ipirangua; Trambique Nosso de Casa Dia; The Best Contra o Homem da Cabine – monólogo; O País dos Brinquedos Falantes; Os Convidados do Senhor Brasil; Descaminhos – monólogo; Delírios Blues; dentre vários outros, além de roteiros para cinema e os romances: Os Meninos de Gateville – Ed. Novo Século 2010; Inconfidência Carnavalesca; O Último Ano do Começo de Nossas Vidas.